Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Holocausto

Holocausto
Começa em Munique o julgamento de John Demjanjuk, suposto guarda nazist


Aos 89 anos e de cadeira de rodas, Demjanjuk chegou nesta segunda-feira à corte de Munique

MUNIQUE - Acusado de ajudar a matar 27,9 mil civis - na maioria, judeus - em 1943, o suposto guarda de um campo de concentração nazista John Demjanjuk, considerado o último algoz do regime de Hitler vivo, começou a ser julgado nesta segunda-feira, no que será o último grande processo na Alemanha por crimes nazistas.

O homem de 89 anos foi deportado em maio dos Estados Unidos para a Alemanha , onde segue preso desde então. Ele chegou nesta segunda-feira à corte de Munique para o início do julgamento.

Demjanjuk é acusado de ter sido guarda voluntário da SS. Ele pode receber pena de 15 anos de prisão, caso seja condenado pelas atividades no campo de extermínio de Sobibor, na Polônia.

O acusado liderava a lista dos 10 suspeitos mais procurados pelo Centro Simon Wiesenthal, e um juiz de Munique expediu um mandado de pr…

A CORRUPÇÃO

A corrupção no Brasil , está classificada junto a 163 países na base na percepção de corrupção entre autoridades públicas e políticos , no chamado INDICE DE PERCEPÇÃO DE CORRUPÇÃO. O Brasil caiu oito posições esse ano, comparado ao ano passado e está em 70° lugar no ranking total. E em 14° entre os países da América. Mas por que desse resultado? O Brasil é tão grande e tão rico, porque está tão alto seu índice de corrupção? Será que faltam leis ao combate da corrupção?

É duro que não, as leis penais brasileiras são o suficiente para combater a corrupção. O problema é o jeito que se aplica às leis nesses atos corruptos por parte da policia, o que é muito mal feito aqui no Brasil infelizmente.

A corrupção existe sim e ela está por toda parte, nos bancos nas lojas nos dinheiros , ela é inestimável, o que está acontecendo hoje em dia e que a mídia está cada vez mais e mais denunciando atos corruptos de deputados,prefeitos,senadores,policiais e etc , mas o problema é muito mais do que falt…

Imagens Folosoficas

Consciência negra - dia 20 de novembro

Consciência negra: hoje, 20 de novembro, viva nosso líder Zumbi!



Jorge Portugal | Redação CORREIO

'A felicidade do negro é uma felicidade guerreira'. Iluminado Wally Salomão que sintetizou à risca o estilo de nossa luta. Em um país que manteve a escravidão até o último soar do gongo, as palavras étnico ou racial são capazes de reacender traumas freudianos.

Em um país em que, a partir de 14 de Maio de 1888, os ex-escravos foram empurrados para a margem da sociedade, sem trabalho, sem escola , sem cidadania, tocar nesse assunto 120 anos depois é quase provocar a ira dos 'homens bons'.

Por isso, a política de cotas causa tamanho mal –estar; por isso, o Estatuto da Igualdade Racial causa tanto clamor, porque traz, na sua definição, a palavra proibida: racial. Fosse igualdade social, igualdade cultural, igualdade surreal, até poderia; mas...racial, não! Tampouco étnica. É muito desaforo! Submete-se um povo pela força, transforma-o em motor perpétuo criador de riqueza, proíb…

Clima

Países ricos descartam acordo definitivo em Copenhague

Metas obrigatórias de redução de emissões devem ficar só para 2010, em uma próxima conferência


Tamanho do texto? A A A A
PEQUIM - Líderes políticos da região asiática, dos Estados Unidos e da Europa descartaram no domingo, 15, a possibilidade de assinar um novo tratado climático internacional em Copenhague, no mês que vem. No linguajar diplomático, fala-se agora em um acordo "politicamente vinculante", em vez de "legalmente vinculante", o que ficaria para uma próxima conferência, em 2010.


Na prática, isso significa que as metas obrigatórias de redução de emissões de gases do efeito estufa para a segunda fase do Protocolo de Kyoto seriam definidas só no ano que vem.


"Dado o fator de tempo e a situação de alguns países específicos, deveríamos, nas próximas semanas, focar esforços no que é possível fazer, sem nos deixar distrair por aquilo que não é possível", disse o primeiro-ministro da Dinamarca, Lars…

Shimon Peres no Brasil

Shimon Peres: "O Brasil é o primeiro país que desconhece a discriminação racial"
O presidente de Israel, que chegará ao Brasil na terça-feira (10), fala a ÉPOCA sobre o que pretende conhecer por aqui e comenta a relação brasileira com o Irã: "Acredito que Lula seja um homem com valores, que condenaria uma tentativa de destruir outro país"
Juliano Machado, de Jerusalém
Jim Hollander

Quais são as razões da sua visita ao Brasil? E o que o senhor espera dela?
Shimon Peres - "Espero (aprender) e ver se conseguimos melhorar e enriquecer as relações entre Israel e o Brasil. Sobre aprender, quando penso no Brasil, penso nas seguintes coisas que me impressionam: talvez o Brasil seja o primeiro país do mundo que decidiu enfatizar as questões sociais, acima de considerações econômicas. O Brasil acredita que a economia deve ajudar a sociedade, não o contrário. Não haveria nada sensacional nisso, se não houvesse sido conquistado. As grandes conquistas do Brasil foram, ante…

Os Miseráveis - Victor Hugo

Os Miseráveis, do escritor francês Victor Hugo, foi escrito em 1862 e é uma narração de caráter social em que o misticismo, a fantasia e a denúncia das injustiças formam uma trama complexa, onde descreve vividamente, ao tempo de condenação, a injustiça social da França do século XIX.

Os Miseráveis é uma obra grandiosa no estilo narrativo e descritivo de Hugo, que esbanja a elegância, a riqueza e o fausto do barroco. Mas o romântico autor transcende os floreios da linguagem recheando essa estrutura estilística de um conteúdo rico e psicologicamente profundo: os movimentos dramáticos da alma humana sacudida por um turbilhão de anseios, sentimentos e emoções. É também grandioso pelos personagens intensos e extremados, figuras humanas que como Jean Vayean e o próprio policial Javert, perseverante, obstinado e frio, vivem sob a égide inabalável de princípios e ideais, a ponto de serem quase que sufocados pelas conseqüências emocionais de seus próprios atos. Os personagens são dotados de um…

Há 20 anos o Muro de Berlim

Queda do Muro de Berlim: significado e consequências ainda reverberam

Robert J. Lieber *, Jornal do Brasil

WASHINGTON - Eventos importantes têm vida própria, e a Queda do Muro de Berlim pode ser incluído nesta lista. Duas décadas depois, o episódio ainda reverbera no que tange ao seu significado e às suas consequências. A entrada da alegre multidão de moradores da parte oriental na Berlim Ocidental, em 9 de novembro de 1989, representa não apenas memória indelével para aquelas pessoas, como simboliza transformações mais profundas: a reunificação pacífica da Alemanha, uma Europa unida e livre; o fim da Guerra Fria que ameaçava mergulhar os EUA, a União Soviética, e seus respectivos aliados em um conflito catastrófico; e uma evidência de que, ao receberem a chance de escolher, as pessoas acabarão exigindo a liberdade.

O muro caiu por motivos de grande e pequeno porte, embora isso não diminua a surpresa, ou o choque de ter acontecido tão de repente e de forma tão pacífica. Desde a criaçã…

Anti-semitismo no mundo contemporâneo

Anti-semitismo é a ideologia de aversão cultural, étnica e social aos judeus. O termo foi utilizado pela primeira vez pelo escritor anti-semita Wilhelm Marr, em 1873, surgindo como uma forma de eufemizar a palavra alemã "Judenhass", que significava “ódio aos judeus”. Ao pé da letra, o termo “anti-semita” é errôneo, visto que os árabes também são“semitas”, descendentes de Sem, filho de Noé. No entanto, a palavra se refere unicamente ao povo judeu. Desde o fim do século XI, os judeus eram segregados na Alemanha, embora o anti-semitismo em si tenha surgido a partir da década de 1870.

Durante anos, foi criado na Alemanha, no entanto em uma intensidade menor, o sentimento de que os judeus eram os responsáveis pelos males ocorridos no país. O diplomata, escritor e filósofo francês Arthur de Gobineau, um dos maiores teóricos do racismo, afirmava que os judeus eram inferiores aos arianos, tanto moral quanto fisicamente. Essa ideologia encontrou seu ponto máximo no nazismo. Em seu li…