Google+ Badge

domingo, 8 de janeiro de 2012


Engenharia Elétrica e a Escolinha da Chesf

Um futuro Centro de Ciência, Pesquisa e Tecnologia em Paulo Afonso
Há dois  meses atrás tivemos a excelente notícia da instalação do Curso de Engenharia Elétrica em Paulo Afonso. Fiquei particularmente regozijado, feliz, pois, encabecei no dia 02 de setembro 2009 na Uneb, junto com meu amigo Juracy Marques, então diretor do campus VIII, assim como outros atores locais: Prefeitura Municipal na Pessoa do Dro. Anilton, Elias Silva da Ascopa, Dorival da Direc-10, Irapoã Fernando do Crea, Maninho da Chesf, Rubens Almeida, estudante da Uneb, Rubenilson de Amorim do Ibametro, Selma da Secretaria Municipal de Educação do Município, Flávio Henrique da procuradoria Jurídica do Município, professor Galdino da Folha Sertaneja, professor Arleno José do IFE- Bahia, professora Dra. Cleonice Vergner da Uneb, professor Carlos Alberto Lima Botelho da Uneb e Maria Helena Nunes da Silva,  a luta que resultou nesta excelente notícia de um curso deste porte em nossa cidade para 2012 com previsão de vestibular em 2011.
Naquela ocasião, entusiasmado, achei que a Uneb, campus VIII, tivesse interesse no Curso de Engenharia Elétrica. Por questões orçamentárias, ouve negativa. Solicitei ao professor Juracy Marques o encaminhamento para o IFE que acabara de se instalar em Paulo Afonso. Juracy, mandou tocar a idéia pra frente, fazendo um convite a todas as entidades acima citadas para uma  reunião na data: 02 de setembro de 2009, disso, resultando essa conquista do coletivo, pois, Paulo Afonso, fica sempre a mercê das Políticas Públicas do Estado e da ação centralizadora da Chesf Recife, obrigando, por aqui, muitas vezes essa mirabolagens do cidadãos para a melhoria de nossa pacata cidade.
A Escolinha da Chesf em Paulo foi considerada na década de 60/70 e 90 como um dos melhores centros de excelência na área de formação de recursos humanos em elétrica da América Latina, local que formava e formou  para a Empresa, técnicos do mais alto gabarito do Norte e Nordeste do nosso país.
Com vestibular já garantido para o exercício 2012, teríamos a oportunidade de sugerir ao Direto Arleno José, a ocupação das instalações da Escolina para às aulas que funcionarão no horário  noturno, uma vez que os primeiros quatros semestres as aulas terem uma grade teórica.
Também, com a instalação do Curso de Engenharia Elétrica em nossa cidade, teremos a possibilidade da consolidação da pesquisa em estudos da utilização da energia em varias áreas, como: Eólica, Solar, Nuclear para fins da instalação de num futuro próximo, naquele local viabilização de um Instituto de Física em parceria com Eletrobrás/Chesf, Ministério de Ciência e Tecnologia, IFET-BA e Institutos de diversas Politécnicas do Norte/Nordeste, formando no Laboratório complexo Hidrelétrico Paulo Afonso,  quadros de Mestres e Doutores para o nosso país.
Leitores, fui fiel em não esquecer ninguém que participou daquela reunião Histórica e quero aqui dedicar a vitória dessa conquista a pessoa do Deputado Estadual Paulo Rangel, Marileide Brasil, Maninho da APA, a Reitora Aurina do IFE/IFET-Bahia, Juracy Marques, Dorival Oliveira e o professor Arleno  José e toda nossa cidade e aqueles que acreditam no sonho de uma cidade melhor a todo(a)s.

Professor Fernando: Licenciado e Bacharel em Filosofia, Licenciado em  História, Licenciando em Sociologia, Teólogo, Psicanalista, pesquisador, escritor e professor.
Membro do IGHmsPA, Academia de Letras de Paulo Afonso, Sociedade Brasileira de Filosofia e Psicanálise, Adesg-Bahia e Associação Nacional de História. Ex- professor da Uneb campus VIII e Academia de Polícia Militar da Bahia.
Visite: cienciashumanasprofessorfernando.blogspot.com
Articulamos a vinda Curso e cumprimos com o combinado.