Google+ Badge

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

ASTRONOMIA

Fotógrafo captura rastro no céu da Estação Espacial e Júpiter

Foto noturna de longa exposição mostra a igreja de Misterton, na Grã-Bretanha com riscos no céu

BBC Brasil | 30/11/2011 12:39
Texto:
enviar por e-mail
Fotógrafo captura rastro no céu da Estação Espacial e JúpiterFoto noturna de longa exposição mostra a igreja de Misterton, na Grã-Bretanha com riscos no céu
* campos são obrigatórios
corrigir
Fotógrafo captura rastro no céu da Estação Espacial e JúpiterFoto noturna de longa exposição mostra a igreja de Misterton, na Grã-Bretanha com riscos no céu
* campos obrigatórios
selo

Foto: Caters
Foto de Mark Humpage mostra rastros deixados por estrelas, Júpiter e pela EEI no céu
O fotógrafo britânico Mark Humpage produziu uma foto noturna de longa exposição em que conseguiu capturar as trilha de luz deixadas pela Estação Espacial Internacional, o planeta Júpiter e estrelas do céu.

Humpage, famoso por suas imagens do céu e de paisagens, aproveitou o clima ameno da Grã-Bretanha para esta época do ano, e acampou durante a noite do último domingo no pátio da igreja de Misterton, em Leicestershire.

"Eu tinha planejado (a foto) neste local há algum tempo e só estava esperando pelas condições ideais - sem nuvens, sem Lua e céu limpo", afirmou o fotógrafo.

Veja também:
Vídeo mostra movimento da via Láctea acima do Atacama
Vídeo mostra movimento da Via Láctea
Astrônomos descobrem 'bolhas' gigantes na Via Láctea

"A igreja de Misterton com seu cemitério assustador e esta árvore formam um ótimo primeiro plano", escreveu o fotógrafo em seu website.

"Se você olhar atentamente entre a ponta da torre da igreja e a árvore, você vai ver a Estação Espacial Internacional (EEI) cruzando os arcos dos rastros deixados pelas estrelas", disse Humpage.

Júpiter, por sua vez, deixa o rastro mais brilhante, cruzando atrás da torre da igreja e se dirigindo para o horizonte.

O fotógrafo usou um cabo remoto em sua câmera para fotografar de forma contínua o céu noturno durante um período de 11 horas.

Neste intervalo, Humpage fez 2.700 imagens com uma lente grande angular, que ele usou para formar esta imagem.