Google+ Badge

domingo, 10 de janeiro de 2010

Literatura Contemporanea

A literatura contemporânea apresenta grande variedade de estilos. Contos e crônicas aparecem em grande número e são os gêneros mais lidos pelos brasileiros. Na poesia, além do concretismo, surgiram outras tendências vanguardistas, como a poesia práxis, que vincula a palavra e o contexto extralingüístico, não escreve sobre temas e, normalmente, parte da emoção ou de um fato externo.

A poesia social surgiu em 1957, reagiu também contra o concretismo, e é mais voltada aos problemas do país.

Na década de 1970, a poesia marginal denunciava a situação de medo que o país ainda atravessava sob a ditadura militar; seus textos próximos à prosa tinham uma maior preocupação com a expressão do que com a construção.

Ganha força a literatura infanto-juvenil e a de mulheres como Lygia Fagundes Telles e Lygia Bojunga. As crônicas, abordando diversos temas do cotidiano, se apresentam algumas vezes líricas, como as de Rubem Braga, e de humor, como as de Fernando Sabino. Entre os contistas destaca-se Rubem Fonseca e como romancista, Paulo Coelho, um dos maiores fenômenos da literatura brasileira e mundial.