Google+ Badge

terça-feira, 30 de junho de 2009

ONU e OEA: Honduras

Nações Unidas pedem respeito às instituições em Honduras
30/06/2009
O Secretário-Geral condenou a prisão do presidente José Manuel Zelaya Rosales e pediu o pleno respeito dos direitos humanos no país.








Ban Ki-moon
Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon expressou sua profunda preocupação pelos últimos desenvolvimentos em Honduras e condenou a prisão do presidente José Manuel Zelaya Rosales.


De acordo com agências de notícias, o presidente Zelaya Rosales foi deposto as vésperas de um referendo para mudanças na constituição do país. O pleito iria permitir a possibilidade de reeleição presidencial para um novo mandato de quatro anos.


Direitos Humanos

Num comunicado emitido no domingo pela sua porta-voz em Nova York, o Secretário-Geral pediu o restabelecimento dos representantes eleitos democraticamente em Honduras.


Ele apelou também ao pleno respeito dos direitos humanos, incluindo garantias de segurança para o presidente Zelaya, membros de sua família e integrantes do governo.

Ban Ki-moon pediu ainda para que todos os hondurenhos resolvam suas diferenças pacificamente e com um espírito de reconciliação.

Solução Pacífica

O Secretário-Geral destacou os esforços da Organização dos Estados Americanos, OEA, que está reunida para analisar a crise em Honduras.

Ele disse ter confiança que os esforços internacionais e hondurenhos irão produzir uma solução pacífica para a crise através de mecanismos democráticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário